28/12/2020 Balanço 2018-2020 - Cesama investe em ações para reforçar abastecimento e eficiência operacional

Postado por: Leonardo

Entre abril de 2018 e dezembro de 2020, a Companhia de Saneamento Municipal (Cesama) realizou uma série de obras e ações para reforçar o fornecimento de água no município, bem como a eficiência da sua gestão operacional e seus serviços de coleta e tratamento de esgoto.

Os moradores da região leste já estão sendo atendidos pelos três novos reservatórios da Rua Jacobina Antônio Scoralick, na parte alta do Bairro Bairu. Juntas, as unidades têm capacidade de armazenar até 1,4 milhão de litros. A ação representa um investimento de mais de R$ 1,5 milhão e ampliou a capacidade de reserva nos bairros Bandeirantes, Bom Clima, Quintas da Avenida, Nossa Senhora das Graças, Eldorado, Bairu, Progresso, Marumbi e Santa Paula.

O novo reservatório de água da companhia no Bairro Santa Terezinha também já está em operação. Localizada na Rua Tupi, a unidade integra o complexo do Reservatório “Henrique de Novaes”, e tem capacidade de quatro milhões de litros, ampliando assim o sistema de reserva do município. Representando um investimento de cerca de R$ 5,2 milhões, o reservatório conta com tecnologia inovadora, pois sua estrutura é feita de aço vitrificado. O material possui vida útil muito maior que a dos demais utilizados na área, além de tornar a manutenção significativamente mais fácil.

Além disso, a Cesama concluiu a reforma dos seis filtros da Estação de Tratamento de Água (ETA) Marechal Castelo Branco. Iniciada em agosto de 2019, a obra incrementou a capacidade dos filtros em, no mínimo, 50%, passando de 800 litros por segundo para 1.200, reforçando assim o sistema de abastecimento de toda a cidade.

Investimentos de R$ 1 milhão em eficiência energética

Em outubro de 2019, a Cesama adotou um novo sistema de gestão, que possibilita controle mais efetivo dos trabalhos e das demandas recebidas. O sistema é conectado a 44 novos tablets e permite gerar ordens de serviços online e acessar o cadastro técnico da companhia. A iniciativa é fruto da parceria entre a Cesama e a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), como parte do programa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Através da Cemig, a Aneel destinará à companhia recursos de aproximadamente R$ 1 milhão na área de eficiência energética.

O Projeto de Eficiência Energética (PEE) da empresa ainda contempla diversas das suas unidades, gerando uma economia de energia de aproximadamente 12% nessas instalações, equivalente a cerca de R$ 250 mil por ano. Dentre as unidades beneficiadas, destacam-se as estações elevatórias de água dos bairros JK e Tiguera, o sistema de captação de água do Distrito Industrial, a unidade de bombeamento do Bairro São Sebastião e as estações das comunidades de Vitorino Braga e São José.

Definição da Arisb-MG como nova agência reguladora

A Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento Básico de Minas Gerais (Arisb-MG) é a nova responsável pela regulação e fiscalização da Cesama. O convênio foi assinado no dia 11 de setembro de 2020 pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), titular dos serviços de saneamento no Município. A expectativa da Cesama é economizar aproximadamente R$ 1 milhão por ano com a troca de agência, que até então era feita pela Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae). Como os custos regulatórios integram o cálculo da tarifa de água e esgoto, a população será diretamente beneficiada por essa economia.

Avanço das obras de despoluição do Rio Paraibuna

Em janeiro deste ano, a Cesama finalizou a implantação de 1.400 metros de redes interceptoras de esgoto na Avenida Brasil, no trecho entre a PJF e o Sport Club. A intervenção faz parte das obras de despoluição do Rio Paraibuna. A tubulação impedirá que o esgoto seja lançado diretamente no rio, encaminhando o material para a nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) União-Indústria, no Bairro Granjas Bethel.

A ETE União-Indústria recebe o produto da região central do município, com uma vazão de até 860 litros por segundo, podendo tratar cerca de 65% do esgoto em Juiz de Fora. Orçada em R$ 25 milhões, a ETE iniciou suas atividades em junho de 2020 e trata, nesta primeira etapa, o esgoto do Bairro Vila Ideal.

Orçado em mais de R$ 130 milhões, o conjunto das obras de despoluição prevê ainda a construção de mais cinco estações elevatórias, cujo objetivo é bombear efluentes nas regiões mais íngremes. Uma delas já foi finalizada na Avenida Brasil, nas proximidades do Viaduto Augusto Franco, no Centro. Essa unidade vai auxiliar no transporte dos efluentes coletados para a ETE União-Indústria.

Além de recuperar o Rio Paraibuna, as obras de despoluição abrangem intervenções nos córregos Tapera, São Pedro, d`Anta, Matirumbide e Ipiranga, através de um sistema com 40 mil metros de novas tubulações. Nas margens do Tapera, um dos maiores cursos d´água do município, a Cesama já implantou 1.700 metros dos quase 4 mil previstos.

Nova identidade visual e revitalização das unidades da companhia

Em setembro de 2018, a Cesama iniciou um projeto de grafitagem com o objetivo de dar nova identidade visual para as unidades da empresa nos bairros Paineiras, Alto dos Passos, JK e Dom Bosco. Em novembro do mesmo ano, a iniciativa foi concluída com a “7ª Mostra de Graffiti Purencontro”, realizada na Escola Estadual Sebastião Patrus de Sousa. Durante o evento, o muro do reservatório Henrique de Novaes, no Bairro Santa Terezinha, teve os seus 240 metros de extensão grafitados por artistas de 18 estados.

Em agosto de 2020, também foi finalizado o processo de reforma da Estação de Tratamento de Água (ETA) no Bairro São Pedro. As intervenções priorizaram aspectos operacionais e de segurança. Além disso, foram implementadas várias melhorias no paisagismo da estação.

Cesama substitui mais de 37 mil metros de redes

Entre abril de 2018 e dezembro de 2020, a Cesama substituiu 37.029 metros de redes, sendo 27.736 tubulações de esgoto e 9.293 de água, beneficiando 120 bairros.

transparência