Cesama - água é vida

Newsletter

Receba todas as novidades da Cesama.

?>
 

Serviços

 

Publicado em: 01/02/17

Despoluição do Rio Paraibuna - Cesama implanta 80 metros de redes

Despoluição do Rio Paraibuna - Cesama implanta 80 metros de redes

 

Orçadas em R$ 130 milhões, as obras de despoluição do Rio Paraibuna foram iniciadas em agosto de 2013, abrangendo 40 quilômetros de tubulações ao longo das margens do rio e de cinco córregos, além de duas novas estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) e cinco elevatórias. Nesta quarta-feira, 1º, uma destas novas estações, no cruzamento da Avenida Brasil, próximo ao Viaduto Augusto Franco, está recebendo 80 metros de redes de recalque.

“Estamos trabalhando com tubos de ferro fundido, com 900 milímetros de diâmetro. A tubulação sairá da estação e, em parte, implantada sob o passeio. Para isso será montada passarela, para que os pedestres possam transitar sem maiores transtornos. Na sequência, instalaremos uma caixa para o medidor de vazão da unidade. A previsão é de que essa intervenção seja finalizada até o final de março e que a estação fique pronta no segundo semestre de 2017”, explicou o diretor de desenvolvimento e expansão da Companhia de Saneamento Municipal (Cesama), Marcelo Mello do Amaral.

Segundo Marcelo, a estação tem como objetivo transportar o esgoto que antes era lançado nos córregos Tapera, Matirumbide e São Pedro, até a ETE União-Indústria, que está sendo finalizada no Bairro Granjas Bethel. “Antes de chegar à ETE, no entanto, o produto percorrerá longo caminho, sendo bombeado, através da nova rede de recalque, até a Avenida Francisco Valadares, e depois descendo, por gravidade, até a segunda elevatória, no Bairro Vila Ideal, a maior unidade dentre as cinco previstas”, contou o diretor, lembrando ainda que as elevatórias são necessárias em cidades que apresentam relevo acidentado, como Juiz de Fora.

A previsão é de que, ainda no primeiro semestre de 2017, sejam finalizadas as obras da primeira fase do projeto, que incluem elevatórias e redes localizadas na margem direita do Rio Paraibuna, desde a Rua Benjamim Constant até a ETE União-Indústria. Serão necessárias, também, as obras da segunda etapa, englobando a implantação de coletores de esgoto nas margens dos principais córregos da cidade, como o de São Pedro e Tapera (com trabalhos já iniciados), e o d`Anta, Matirumbide e Yung, incluindo as respectivas estações elevatórias, para que, desta forma, este conjunto de obras seja interligado ao sistema construído na primeira fase do projeto.



* Informações com a Assessoria de Comunicação da Cesama no telefone 3692-9179.


 

Imagens


 
 

+ novidades

 
 
 
 

>> Intranet

© 2010 - Cesama - Todos os direitos reservados . Termos de Uso

ato.interativo - agência web